Atualize seu navegador!
Notícias

Plano de Ação de 2009

          Plano de Ação de 2009 

           SETOR DE PSICOLOGIA

PLANO DE AÇÃODar continuidade aos atendimentos diversificados, realizados no ano passado, nas diferentes atividades individuais e em grupo, buscando uma integração maior entre todos os segmentos da escola (aluno, família, professores e demais funcionários) inclusive com a comunidade, oferecendo suporte psicológico necessário para a facilitação do processo ensino-aprendizagem e melhora da qualidade de vida. SUB-AÇÕESAVALIAÇÃO MULTIDISCIPLINAR - Processo de investigação e identificação das áreas de competência e limitações, por meio de entrevistas, observação e exames complementares. AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA – Realização de entrevistas com pais e/ou  responsáveis dos alunos (anamnese) e Aplicação, Correção e análise dos testes psicológicos aplicados.ESTUDO DE CASO – Análise das dificuldades e dos sintomas do aluno junto à equipe multidisciplinar e/ou da evolução do aluno.ENTREVISTA DEVOLUTIVA – Comunicação aos pais e responsáveis dos resultados da avaliação.ORIENTAÇÃO FAMILIAR – Orientação aos pais, familiares e/ou responsáveis pelo aluno da APAE, dando apoio psicológico e emocional, que possam estar interferindo na vida do aluno, possibilitando a modificação de atitudes e comportamentos, através do atendimento individual a cada família, e ministrando palestras e apresentações de teatro sobre assuntos pertinentes a área de psicologia, educação e saúde.            ATENDIMENTO INDIVIDUAL – Atendimento individual aos alunos da APAE e funcionários, em seqüência à avaliação e/ou crise, a fim de que possam resolver suas dificuldades e desenvolver suas potencialidades, utilizando melhor os seus recursos pessoais.ATENDIMENTO EM GRUPO – Observação, orientação ao professor e intervenção junto aos alunos e professores, enfocando questões variadas de acordo com a necessidade da turma. Projeto ABCD – Estimulação das habilidades psicomotoras, cognitivas, emocionais e sociais por meio da música tocada no teclado, ouvida, cantada e dançada, dentre vários recursos associados, integrando as áreas de fonoaudiologia, psicologia e música terapêutica. ORIENTAÇÃO AO PROFESSOR E DEMAIS FUNCIONÁRIOS – Orientar professores e demais funcionários na sua prática, afim de que possam contribuir em suas funções para o desenvolvimento integral do aluno, através do atendimento individual e ministrando palestras sobre assuntos pertinentes a área de psicologia, educação e saúde.            EDUCAÇÃO PROFISSIONAL – Por meio do trabalho nas oficinas de Corte e vinco, Papel Reciclado, Artes Culinárias e Oficina Arteira, preparar para o trabalho, qualificar profissionalmente e inserir os alunos no mercado de trabalho. OBS: Neste ano de 2009, implantaremos e implementaremos o PROJETO OFICINA JOÃO DE BARRO – Trabalho de modelagem com argila.EQUIPE ITINERANTE – Visitas da equipe multidisciplinar à escola comum efetivando orientações psicológicas e psicopedagógicas à escola quanto aos procedimentos relativos ao processo ensino-aprendizagem e de toda rotina escolar.EQUOTERAPIA - Método terapêutico e educacional que utiliza o cavalo dentro de uma abordagem interdisciplinar nas áreas de saúde, educação e equitação. ATENDIMENTO EM GRUPO DE JOVENS E ADULTOS      CORAL ESPERANÇA – Aprofundamento do canto coral utilizando exercícios para eliminar bloqueios verbais, para desenvolver potência vocal, afinação, memória e raciocínio, visando a ativação do córtex pré-frontal esquerdo – região associada à linguagem e às emoções positivas. Continuidade do trabalho psicológico visando a inclusão social, por meio de contatos com outros corais e outras escolas.PROGRAMA DO AUTODEFENSOR - Reuniões com os alunos jovens e adultos de caráter educativo e formativo, enfocando questões sobre autodefensoria, sexualidade, afetividade, ética e cidadania, como o objetivo de preparar as pessoas com deficiência para tomar suas próprias decisões e fazer suas próprias escolhas sobre todos os aspectos de sua vida, desde as habilidades básicas de alimentação, autocuidado, vestuário até a ampla defesa de seus direitos, através da preparação dos alunos em todos os momentos de suas vidas, reuniões locais e regionais, culminando com a realização dos fóruns local e regional do autodefensor.ZOOTERAPIA – Trabalho realizado por profissionais das áreas de saúde e educação que utilizam diversos animais nos tratamentos de inúmeras doenças, tanto psicológicas quanto físicas. As técnicas dos tratamentos zooterapêuticos estimulam a percepção da consciência dos pacientes, a formação de vínculos afetivos, bem como a superação de medos (principalmente zoofobias), dentre outros aspectos emocionais, facilitando a aprendizagem e o desenvolvimento do indivíduo.             SETOR FISIOTERAPIA:PLANO DE AÇÃOO objetivo geral da fisioterapia é reabilitar, promover a saúde, estabelecer uma vida mais saudável, estando compreendidos: os atendimentos aos Jovens e Adultos, Equoterapia, Estimulação Essencial, Estimulação Precoce, Hidroterapia e Condicionamento Físico.

           

           SUB-AÇÕES:ATENDIMENTO AOS JOVENS E ADULTOS:ATENDIMENTOS INDIVIDUAIS -  Serão prestados aos jovens e adultos individualmente ou pequenos grupos (máximo 3 pessoas), visando uma melhora global na qualidade de vida dos alunos e seus familiares. Serão realizados atendimentos com duração de 30 minutos por sessão.ORIENTAÇÕES AOS PAIS -  Serão marcados horários não só para orientar e esclarecer dúvidas, mas estabelecer um maior contato com os pais de nossos alunos. Serão marcadas nos horários de atendimentos de seus filhos.ORIENTAÇÕES AOS PROFESSORES -  As orientações serão dadas constantemente em sala de aula nos horários de atendimentos dos alunos quando os mesmo estiverem sendo levados às salas. OBS: Os jovens e adultos também serão beneficiados com o condicionamento físico e a equoterapia.EQUOTERAPIA - É um método terapêutico e educacional que utiliza o cavalo dentro de uma abordagem interdisciplinar, nas áreas de saúde, educação e equitação, buscando o desenvolvimento biopsicossocial de pessoas com deficiência e/ou com necessidades especiais. Serão realizados atendimentos 2 vezes por semana com duração de 30 minutos por sessão.ESTIMULAÇÃO ESSENCIAL - Os atendimentos serão realizados em sessões individuais com duração de 20 minutos, sendo 2 sessões semanais de fisioterapia convencional e 1 sessão de hidroterapia, com carga horária de 17 horas. A fisioterapia na estimulação Essencial visa promover o desenvolvimento motor mais adequado para cada criança de acordo com sua necessidade, prevenindo anormalidades, contraturas e deformidades, estimulando a criança em suas potencialidades. O tratamento consiste em técnicas específicas como: técnicas do método Neuroevolutivo (bobath), alongamento muscular, mobilização articular, fortalecimento muscular, dissociação de cinturas, treino de marcha , treino de equilíbrio e propriocepção e coordenação motora global. Estas técnicas são utilizadas com intenção de estimular e trabalhar as habilidades  motoras para que a criança possa alcançar melhor qualidade de vida.ESTIMULAÇÃO PRECOCE -           Os atendimentos serão realizados 02 (duas) sessões de fisioterapia motora convencional por semana, e 01 (uma) vez por semana, os alunos determinados e que se enquadram nos padrões de indicação para realizarem Hidroterapia.           A fisioterapia compreenderá um total de 17 (dezessete) horas semanais, distribuídas entre as duas turmas e os alunos esternos que comparecem à APAE para tratamento.ATENDIMENTO INDIVIDUAL - compreendendo alongamentos, posicionamento, mobilização, estimulação tátil, proprioceptiva, exercícios de força muscular, equilíbrio e interação da criança com o meio.            CIRCUITO: É realizado também com os alunos da estimulação essencial, sendo utilizados com os materiais da APAE, como rampa, bancos, caixa de areia, bambole, etc, além da própria fisioterapia fora de sua sala de referência.

HIDROTERAPIA -  Será realizada 1 (uma) vez por semana, sendo atendido os alunos das salas de estimulação precoce, essencial, dentro das possibilidades e necessidades de cada aluno, além de ser tratado também, um paciente de escoliose grave que comparece à APAE apenas para o tratamento.CONDICIONAMENTO FÍSICO -        O condicionamento físico conta com a participação de 2 fisioterapeutas e uma educadora física.             È realizado das 08h30min às 09h50min, 3 vezes por semana, sendo que, 2 vezes é de responsabilidade dos fisioterapeutas, assumindo uma carga horária de 2 horas e 40 min.            O condicionamento físico é dividido em dois grupos: caminhada e fortalecimento muscular. Os alunos são avaliados e divididos de acordo com a necessidade de cada um.           O objetivo é perder peso, melhorar a flexibilidade com ganho na amplitude de movimento, ganhar força muscular, corrigir a postura, com  intuito de prevenir e melhorar a qualidade de vida dos alunos.            Os exercícios consistem em alongamentos de MMSS, MMII, paravertebrais e fortalecimento abdominal. As orientações do profissional fisioterapeuta aos professores das salas de estimulação essencial e precoce, serão feitas com cópias, assinadas pelos respectivos professores, quanto ao posicionamento, atividades de estimulação: proprioceptivas e equilíbrio a serem realizados com os alunos. Quando necessário e indicado pelo fisioterapeuta, a utilização da bola bobath e parapodium.As crianças, depois de avaliadas, se necessário, serão encaminhadas para especialidades médicas ou centros para aquisição de órteses, a fim de melhorar a qualidade de vida.             SETOR DE FONOAUDIOLOGIA            PLANO DE AÇÃO OBJETIVO-  principal do trabalho é o desenvolvimento da comunicação e expressão, aprefeiçoamento da fala e linguagem, órgãos fonoarticulatórios e as funções neurovegerarivas. A prevenção e orientação também são de suma importância aos professores e pais.            Voltamos a atenção para as dificuldades de aprendizagem em sala de aula e o método enserido auxiliando em melhores resultados.            O trabalho realizado consiste em estimulação sensorial (audição, visão, tato, olfato e paladar).Intervenção global, por meio de atividades lúdicas, que promovam um ambiente verbal rico, para o desenvolvimento da fala.Estruturação do sistema fonético fonológico e sintático semântico, procurando introduzir sons ainda não adquiridos e corrigir os que se encontram distorcidos.

SUB – AÇÕES:PROJETO ABC- Atendimento em grupo de todas as turmas com o objetivo  de trabalhar dificuldades, psicomotoras, lognitivas, percepções e linguaem facilitando o processo de aprendizagem.EQUOTERAPIA: O movimento tridimenisonal do cavalo trabalha todo  corpo fazendo uma grande estimulação ajustando a tonicidade, ritmo,postura, equiilibrio, auxiliando a estimulação de fala, linguagem aspectos cognitivos e exercita a musculatura orofacial.AVALIAÇÃO E EQUIPE ITINERANTE: A avaliação é realizada pela equipe interdisciplinar com o objetivo de diagnosticar crianças que necessitam de um atendimento especializado. Os alunos que não apresentarem def. mental, sensorial ou neurológica deverão permanecer no ens. Regular e acompanahados pela equipe itinerante com orientaç~eos específicas.ZOOTERAPAIA: Refere-se ao atendimento por meio de animais domésticos com o objetivo de trabalhar dificuldades sensoriais, emocionais e cognitivas. Este recurso oferece muitos benefícios para crianças com dificuldade de socialização e relações interpessoais.ESTIMULAÇÃO PRECOCE: O atendimento é realizado de forma individual na sala de integração sensorial dispondo de váiros recursos. O objetiov é trabaalhar o atraso no desemvolvimento global, fala e linguagem por meio de atividades lúdicas.Orientação ao Professor: Os professores recebem orientações sobre o método fônico, realizando exercícios e tirando as duvidas que aparecem no decorrer do ano. Os pais também recebem orientaçõa para realizarem os exerc~icios em casa.            A professora responsável pela sala de informática também recebe acompanhamento e orientação.            ATENDIMENTO INDIVIDUAL E EM GRUPO: Realizado em casos de distúrbios de aprendizagem, distúrbio fonoarticulatóiro e atraso do desenvolvimento global. Jovens e adultos também são assistidos pelo setor com problemas neurológicos e doenças associadas.REUNIÃO FAMILIAR : Dinâmicas, palestras, orientações e teatro com o objetivo de levar conhecimento, reflexão sobre vários temas como higiene, autocuidado, autonomia, independência, educação, enfim, temas variados para melhorar a qualidade de vida do aluno.             SETOR TERAPIA OCUPACIONAL            PLANO DE AÇÃODesenvolver, atingir e restaurar o nível mais elevado possível de autonomia e independência de qualquer indivíduo que esteja limitado, por uma doença ou lesão física, uma condição disfuncional, um comprometimento cognitivo, uma incapacidade do desenvolvimento ou do aprendizado, ou uma condição ambiental adversa. Promovendo a saúde e alcançando resultados funcionais através de atividades ou intervenções propositais.

 Sub-ação ∙Estimulação Precoce;∙Estimulação Essencial;∙Estimulação Sensorial;∙Educação Infantil;∙Ensino Fundamental;∙Educação de Jovens e Adultos;∙Orientação Familiar;∙Orientação ao Professor;∙Projeto de AVD e AVP;∙Terapia de Integração Sensorial.

ObjetivosTrabalhar o desenvolvimento de habilidades sensoriais, motoras, cognitivas e sociais, para que os alunos aprendam sobre si mesmos e sobre o mundo.Realizar abordagens individuais que têm como objetivo geral promover o desenvolvimento global do aluno aproximando-o o máximo do normal, favorecendo a manutenção e aprimoramento das funções existentes, prevenindo vícios posturais patológicos e primando pela independência, recuperação ou adaptação em diferentes níveis. Promover informações e orientações aos pais sobre o desenvolvimento dos seus filhos, através de reuniões, palestras, dinâmicas e teatro. Melhorando assim a qualidade de vida dos alunos e fortalecendo o vínculo entre a família e a instituição. Promover orientações aos professores com relação à estimulação dos alunos quanto à coordenação motora, à cognição, às atividades de vida diária e de vida prática.Indicação de adaptações ou modificações no ambiente, no aluno ou na tarefa. Além de orientação aos pais e professores quanto ao uso e a manutenção das adaptações e órteses adquiridas pelos alunos. Melhorando assim o posicionamento e tornando o desempenho ocupacional dos alunos mais funcional, além de evitar contraturas e/ou deformidades.Reunião com a professora regente do Projeto de AVD e AVP e com os demais técnicos participantes deste projeto para uma reformulação, visando a maior parceria com a família.               SETOR SERVIÇO SOCIAL               PLANO DE AÇÃOO Serviço Social da APAE de São Lourenço irá atuar numa perspectiva transdisciplinar dentro de uma abordagem resiliente, sistêmica e ecológica, buscando identificar as intercorrências do meio social, familiar e comunitário dos usuários, que possam estar dificultando seu pleno desenvolvimento biopsicossocial.

SUB-AÇÕESACOMPANHAMENTO FAMILIAR - Atendimento sistemático a família objetivando a conversão de atitudes da dinâmica familiar que possam estar obstruindo o crescimento pessoal, emocional e profissional do atendido.Grupo de Pais - Grupo de pais objetivando tratar de temas de interesse do grupo visando um melhor relacionamento entre pais, filhos e irmãos. Atendimento Individual - A sondagem de atitudes e comportamentos que remetem a situações familiares e comunitárias que estejam comprometendo o desempenho escolar e social  do atendido, em decorrência da violação de direitos ( maus tratos, negligencia, preconceito etc...), através de visitas domiciliar, entrevistas, relatórios ect.ATENDIMENTO GRUPAL - Através de técnicas de dinâmicas de grupo, vivenciar com os atendidos, tema de relevância para formação cidadã e crescimento pessoal, em substituição as técnicas expositivas de menor alcance aos deficientes intelectual.ORIENTAÇÃO E APOIO JURIDICO – Analisar, providenciar, orientar e encaminhar ,quando necessário ao departamento jurídico, situações de violação de direitos, LOAS, recurso ao INSS, interdição, tutela, curatela.EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E COLOCAÇÃO NO TRABALHO - Elaborar, acompanhar e avaliar o projeto de educação profissional, bem como articular junto aos órgãos públicos e privado a inserção da pessoa com deficiência no mundo do trabalho e o apoio in loco de suas atividades funcionais. AVALIAÇÃO DIAGNOSTICO E ESTUDO DE CASOS - Participar juntamente com a equipe interdisciplinar na elaboração do diagnostico sociofamilar ( nnaminese social) quando do ingresso do atendimento nos serviços especializados da APAE, bem como, do seu percurso institucional. GESTÃO DE PESSOAS – Realizar capacitação e treinamento de pessoas do quadro funcional objetivando a melhoria dos relacionamentos interpessoais, avaliação de resultados, produtividade e excelência de serviços.SEMINARIOS E PALESTRA – Promover eventos que estimulem a discussão numa perspectiva inclusiva dos novos rumos da educação especial, reabilitação, profissionalização  ect, sob a ótica da plenitude da vida do portador de deficiência.                SETOR PEDAGOGICO               PLANO DE AÇÃOAtuar no âmbito educacional, buscando articular o trabalho pedagógico da Escola Esperança – APAE com as áreas da saúde e serviço social, realizando ações que favoreçam o fortalecimento institucional. Orientar os pais, envolvendo em eventos, ressignificando o valor e o papel da escola na comunidade. Centralizar as conquistas dos profissionais da Educação, Saúde e Serviço Social, assegurando a defesa do direito das pessoas com deficiência no âmbito institucional e visar sempre à inclusão social.

           

            SUB-AÇÕES            AVALIAÇÃO INDISCIPLINAR - investigar e identificar as competências e habilidades através de entrevistas e observações.            AVALIAÇÃO PEDAGOGICA - analisar as competências, habilidades e necessidades dos alunos através de jogos, situações problemas e conversas informais, visando a criatividade, a organização, estratégia e o resultado alcançado pelo educando.            ESTUDO DE CASO - discutir e concluir as avaliações junto com a  equipe interdisciplinar.            ENTREVISTA DEVOLUTIVA -  comunicar aos pais ou responsáveis e as Escolas Comuns sobre o resultado da avaliação diagnóstica.             ARQUIVO DO RESULTADO DA AVALIAÇÃO DIAGNOSTICA - encaminhar o relatório constando o resultado da avaliação diagnóstica do educando ao estabelecimento de ensino pelo qual foi encaminhado e arquivar a 2ª via protocolada.             ORIENTAÇÃO FAMILIAR - oferecer aos pais ou responsáveis a orientação necessária, para que, modifiquem suas atitudes e comportamentos que favoreçam o desenvolvimento na vida de seu filho (a), principalmente quanto ao comportamento e ao processo de ensino e aprendizagem dos educandos.            ACONSELHAMENTO DE ALUNOS - atender o educando individualmente, buscando através de o diálogo orientar os educandos, estimulando suas potencialidades e refletindo junto com o mesmo sobre suas ações e reações, visando sua melhor interação no grupo.            SUPERVISÃO EM LOCO - supervisionar, orientar e intervir em sala de aula, analisando junto com o professor a empatia, pontualidade, entusiasmo, disciplina, organização do planejamento anual e diário, domínio de conteúdo, seqüência didática, método de alfabetização e estratégias de ensino, utilização do Currículo Funcional Natural, a avaliação, as formas de registro e a busca constante para atender a diversidade. Sendo que, a Supervisão será nas salas de aula da Educação Infantil, Ensino Fundamental, Alfabetização de Jovens e Adultos, Sala de Recurso Visual, Sala de Informática, Oficina de  Papel Reciclado, Arte Culinária, Arteira e Educação Física.ORIENTAÇÃO AOS PROFESSORES -  quanto sua prática, a fim de contribuir para o melhor desenvolvimento dos alunos quanto o processo de ensino e aprendizagem. Essa orientação será registrada e analisada pela supervisão e pelo professor.EDUCAÇÃO PROFISSIONAL -  supervisionar e orientar os professores quanto a manutenção pedagógica, os registros e a forma de avaliação dos alunos por bimestre, além do preenchimento da avaliação para o arquivamento no prontuário da Ed. Profissional, sendo que irá visar o desenvolvimento e as dificuldades os educandos inclusive a fase em que se encontram para a profissionalização.            EQUIPE ITINERANTE - visitar as escolas comuns e creches, orientando os professores e supervisores quanto ao procedimento a ser realizado durante o processo de aprendizagem para favorecer a melhoria do aluno, orientando quanto a metodologia, atividades e forma de avaliação.            INTERPRETAÇÃO DE LIBRAS - durante as apresentações do Coral Esperança, palestras e reuniões, favorecendo o entendimento e a participação do Surdo em todos os ambientes.            IMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO FAMILIA - envolver todas as turmas no Projeto Família desde a Estimulação Sensorial até a Educação de  Jovens e Adultos, onde o professor irá após as visitas preencher um protocolo, visando registrar as informações primordiais para o trabalho durante o ano de 2009.            IMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO HIGIENE - será montada uma equipe que irá visitar as famílias, dando orientação quanto a Higiene Corporal, Auto-cuidado e Alimentação. No entanto, o projeto irá transpor os muros da instituição chegando a casa dos educandos.            REESTRUTURAÇÃO DE HORARIOS - reestruturar os horários  extra-classe visando a melhoria dos atendimentos aos educandos favorecendo um aproveitamento direcionado as necessidades dos educandos.            REESTRUTURAÇÃO DOS PLANEJAMENTOS ANUAIS DE 2009 - visando uma seqüência didática  e orientar os professores na montagem do portifólio por sala de aula.            IMPLEMENTAÇÃO DO METODO FONICO - as salas de alfabetização, Informática e Apoio Pedagógico.CAPACITAÇÃO SOBRE O PLANO DE DESENVOLVIMENTO INDIVIDUAL E INTERVENÇÃO PEDAGOGICA -   capacitar os professores das escolas comuns quanto a montagem do PDI dos alunos e registrar a  intervenção pedagógica que vem sendo realizada  pelos professores. Montagem do Relatório Circunstancial que acompanhará o PDI, encaminhando o protocolo de avaliação que favorecerá a montagem desse PDI. EXTENSÃO DE SERIE DA ESCOLA ESPERANÇA APAE - organizar para receber in loco a visita de inspetores para que possa ser autorizada a extensão das séries finais do Ensino Fundamental como foi solicitado a Superintendência Regional de Ensino de Caxambu.             SETOR MÉDICOPLANO DE AÇÃO            NEUROLOGIA Consiste em atendimento medico em consulta eletiva, em neurologia aos pacientes da  APAE de São Lourenço.( solicitação de exames, medicação, ananmenese  e encaminhamento). PSIGUIATRIA Consiste em atendimento medico em consulta eletiva, em psiquiatria aos pacientes da APAE de São Lourenço. .(solicitação de exames, medicação, ananmeneses e encaminhamento). PEDIATRIA. O serviço de atendimento em pediatria consiste em consulta eletiva , pedidos de exames, pedido de internações , acompanhamento  do estado clinico geral, orientação e medicação.             ODONTOLOGIA             O serviço de odontologia, resume a orientação de bochechos, orientação como escovar os      dentes , restaurações, exodontia, capeamento, aplicações de selantes, e etc... Atendimento de emergência, ananmeneses e exames clínicos.   

                                                                                 


Fonte: APAE-São Lourenço-MG